QUILLING NA NOSSA CONFEITARIA

A confeitaria também é uma expressão da arte  e por conta disso, podemos usar diversas técnicas originárias de outros elementos sem ser propriamente o açúcar.
Uma das nossa paixões é o Quilling que "remonta da idade média" porém  há quem diga que os chineses faziam uso, logo após a invenção do papel, mas também há quem comente, que os egípcios faziam uso da filigrana em suas dinastias. 


Qulling em fitas de açúcar
Bolo com a técnica Quilling feito com fitas de açúcar
Vindo do latim filunn  significa fio e granum, grão é designada para a arte produzida através de  jóias e objetos em ouro e prata, feitos com fios retorcidos bem como granulados.
Esse conceito de arte foi introduzido nos trabalhos religiosos principalmente na França e Itália com fios de ouro e prata, sendo que com o desenvolvimento do papel na Inglaterra, ele  veio a fazer parte dos ornamentos das reliquias das congregações menos abastadas. Uma técnica difundida principalmente em internatos onde vários objetos do cotidiano doméstico, eram delicadamente decorados.


Bolo de Bodas


Assim com seu crescente, tornou-se popular na Inglaterra por volta do século 18 e devido ao fato de serem confeccionados com penas de ganso, o quill virou quilling.
E dessa forma usamos a técnica na confeitaria onde temos uma gama de decorações muito interessantes. 
Se você se interessou pelas nossa peças, entre em contato solicitando um orçamento.


Bolo em Quilling com fitas de açúcar





 

Comentários

Postagens mais visitadas